Como funciona a Gestão de Redes Sociais?

Muitos acreditam que o gerenciamento de redes sociais contempla apenas a criação de posts, esquecendo que a divulgação de uma marca, produto ou serviço no mundo digital vai muito além disso.

Para iniciar, não podemos falar de mídias sociais sem falar em planejamento. Aqui, na Imagine Design, valorizamos muita essa etapa, pois é através dela que podemos compreender como todas as outras vão funcionar corretamente. Nesse planejamento, entram as (por vezes, muitas!) valiosas reuniões com o cliente para reunir dados e informações, pesquisa de mercado, busca de referências – gráficas e de conteúdo – e tudo aquilo que deve ser levado em conta na implantação do projeto digital.

É essencial, para que a estratégia tenha sucesso, que se aliem planejamento, design gráfico, conteúdo e gestão de campanhas.

Em todos esses processos, a participação do cliente é importante para entendermos como a gestão das redes sociais pode ajudar a empresa a crescer, seja fidelizando, fortalecendo a marca, seja mostrando autoridade sobre um tema ou, como muitos esperam, captando novos clientes.

Sendo assim, todos os nossos clientes de gestão de redes sociais passam por essas etapas antes de qualquer tipo de postagem. Mas quais são elas? Vamos conferir:

Etapas da Gestão de Redes Sociais:

1. Plano de Mídia

De acordo com o tipo de negócio, identificamos quais as redes que são mais adequadas para o perfil do consumidor. Nesta etapa, traçamos todos os objetivos e as metas com o cliente, que podem variar de acordo com a estratégia e as necessidades de cada empresa. Vale reforçar aquela máxima de que estar nas redes sociais "só por estar" não adianta nada. Temos que ter foco!

2. Persona

Persona é uma representação fictícia do consumidor. Ela é criada por meio das informações do cliente ou por uma pesquisa de comportamento do público-alvo. É muito importante gerar essa persona através de dados reais e não "achismos". Com ela, é possível determinar o tipo de conteúdo que iremos desenvolver e quais as histórias que iremos contar. Também pensamos sempre na chamada "Persona da marca", que é aquilo que ela representa para o seu cliente. É uma marca jovem? Mais madura? O que ela gosta? É preciso entender "quem somos" para analisar o nosso posicionamento!

3. Design gráfico

O design é importante para nos apresentarmos ao público-alvo. Um projeto gráfico pode englobar todas as redes sociais e, mesmo tendo as suas particularidades para cada Rede, é preciso manter uma identidade única. O design passa pela paleta de cores que será usada, elementos gráficos, estilo de fotos e tipografia. Lembre-se sempre que a identidade visual precisa estar adequada à persona que estamos apresentando ao público!

4. Conteúdo e Redação

Quem não gosta de uma bela história, não é mesmo? É nessa etapa que são criados os conteúdos de acordo com a rede específica, sempre pensando nos elementos de storytelling e reforçando a persona da marca. Com quem você quer se comunicar? A linguagem precisa estar condizendo com o seu objetivo. Além disso, cada conteúdo fará parte de uma categoria, para que seja facilmente identificável pelos consumidores. Criamos sempre uma editoria de conteúdos para que sejam distribuídos de acordo com os objetivos.

5. Agendamento

A participação do cliente na aprovação de todas essas etapas anteriores é essencial. E, depois que ele aprova todo o layout e conteúdo, os posts são programados seguindo um calendário, que pode ser quinzenal ou mensal. Ah, mas rede social não está em constante alteração? Sim, por isso os conteúdos precisam ser flexíveis e exigem que a equipe esteja extremamente ligada no que está acontecendo. Redes Sociais são um trabalho de pesquisa constante!

6. Anúncios e Gestão de Campanhas

Os anúncios são, hoje, parte importante das redes sociais, pois é através deles que podemos ser mais efetivos na divulgação. É possível criar grupos de anúncios de acordo com perfil, idade, localização, interesses, comportamentos, entre outros. Os chamados "ads" possuem inúmeras possibilidades e, se usados de forma correta, podem ser muito efetivos. É preciso fazer valer o investimento do cliente!

7. Relatório

Ao encerrar o mês, é emitido um relatório com todas as informações de cada rede social, com os resultados obtidos no período. Através do relatório, conseguimos identificar os pontos que deverão ser alterados para o próximo fluxo das redes. Relatórios podem provocar melhorias e mudanças de estratégia? Com certeza! Não só podem, como devem! É preciso estar sempre ligado no que eles trazem de informações.

8. SAC

Mas não basta postar. É preciso estar interagindo constantemente. É por isso que, nessa etapa, alinhamos todas as informações que serão repassadas no caso de dúvidas do cliente. A linguagem é muito importante neste momento, ela deve estar alinhada com todo o posicionamento da empresa. Nunca se deve deixar o consumidor sem retorno. Quem busca as redes espera receber o atendimento demandado.

Pronto, agora já podemos colocar tudo no ar... e avaliar... e criar de novo! E assim sucessivamente, pois Redes Sociais são um trabalho cíclico e constante!

Ficou com alguma dúvida? Fala com a gente!

Douglas Carvalho
Profissional de Marketing